TV CLARET agora no canal 45 digital
Programação TV Século 21
 

Caso Rafael Bandeira: jovem volta para casa e se recupera ao lado da família

Crime de tentativa de homicídio segue sendo investigado pela Polícia Civil

16/05/2017 08:40

Um capítulo feliz no caso Rafael Barbosa, jovem de 18 anos agredido a pauladas em Rio Claro: a vítima já recebeu alta médica e se recupera em casa. Rafael pôde comemorar o dia das mães ao lado da família, já que deixou o hospital na véspera do feriado (13). Desde que aconteceu o crime, foram 14 dias internado, 12 deles na UTI. 

De acordo com a mãe, Zilmara Marchiori, a recuperação do filho está progredindo bem. “Ele tem um pouco de dificuldade do lado esquerdo do corpo, para segurar objetos ou andar, mas já está fazendo fisioterapia e isso deve passar logo”, afirma Marchiori. Uma tomografia deve ser realizada no próximo mês para constatar sequelas que possam ter sido deixadas por causa das agressões.

O CRIME

O caso aconteceu na madrugada do dia 30 de abril em um trecho da rua 1 com a avenida 29. De acordo com amigos que estavam com Bandeira, eles voltavam a pé de um pub quando um carro se aproximou e um dos passageiros pediu ao grupo um isqueiro. Eles disseram que não fumavam e continuaram a caminhar. Poucos minutos depois os passageiros do carro desceram e começaram a agredir Rafael com um pedaço de pau. Ele foi atingido na cabeça e ficou desacordado na rua. Após a agressão os indivíduos fugiram. 

INVESTIGAÇÃO

Através de denúncias a polícia chegou até os autores da agressão. No dia 8 de maio, Antônio Branco teria assumido que bateu com o bastão de madeira no jovem mas alegou legítima defesa. Ele foi levado até o plantão policial para prestar depoimento. O outro envolvido na agressão, Daniel Siqueira, também jurou inocência. Após serem ouvidos eles foram liberados. O caso registrado como tentativa de homicídio continua sendo investigado pela Polícia Civil.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.