Motoristas contestam termo de suspensão de contrato

Manifestação aconteceu em frente a empresa responsável pelo transporte público de Rio Claro. Funcionários contestam termo expedido pela empresa, no dia 20 de março, com a Medida Provisória 936, do dia 1º de abril, que institui, entre outras coisas, o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego. Em nota, a Rápido São Paulo afirmou que diante deste cenário, e para preservar os empregos de todos os colaboradores a empresa, com a anuência do Sindicato de Transporte Rodoviário de Rio Claro, firmou acordo de suspensão do contrato de trabalho, para se evitar demissões. A empresa se solidariza com todos os colaboradores, sendo que garantiu a ,manutenção de todos no convênio médico e a cesta básica. Com a edição da MP 936, e a regulamentação agora, a empresa já esta solicitando o pagamento dos salários por meio do seguro desemprego de todos os empregados afastados.

08/04/2020 11:47

Confira na reportagem. 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.