Mulher aguarda cirurgia na coluna há um ano

Ela já não consegue mais levantar da cama, por conta do problema de saúde.

25/10/2021 13:51

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde salientou que a classificação de um procedimento como urgente ou não é de responsabilidade médica, do profissional que tem a autonomia e conhecimento técnico para tal. A paciente, segundo o município, vem sendo assistida e os exames solicitados pelo médico serão agendados nos próximos dias. O município também reforçou que a paciente teve encaminhamento para cirurgia em novembro do ano passado, mas sem indicação de urgência para o atendimento. Por conta da pandemia, as cirurgias eletivas ficaram a maior parte deste período suspensas. A Prefeitura também afirma que em junho deste ano, foi agendada avaliação com neurologista, porém a paciente não compareceu e não procurou a unidade para reagendamento. Em outubro, por meio de encaminhamento da UPA, ela passou por reavaliação onde foram solictados exames para confirmação do diagnóstico. A Secretaria de Saúde diz que desta vez não houve encaminhamento para cirurgia.

 

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.