TV CLARET agora no canal 45 digital
 

Rio Claro estuda implantação de abatedouro de galinha caipira

Município pretende criar um comitê para mapear os produtores e viabilizar a implantação do projeto com envolvimento dos municípios da região. Objetivo é fomentar a produção, abate e comércio de aves criadas livres.

07/04/2017 16:28

O município de Rio Claro poderá implantar o primeiro abatedouro de aves caipiras da região. O assunto foi discutido em reunião realizada na quarta-feira (5) no paço municipal entre o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, e representantes da Aval (Associação Brasileira da Avicultura Alternativa) e da Korin Agricultura Natural. Prefeitura e Aval deverão criar um comitê para elaborar o projeto, que inclui o mapeamento dos produtores de aves caipiras na região e realização de estudos sobre a potencialidade econômica do setor.

“No que couber ao município, Rio Claro terá o abatedouro de aves caipiras”, disse Juninho. Para o prefeito, a alimentação é primordial para a saúde das pessoas que estão cada vez mais preocupadas com os alimentos que consomem e isso ressalta a importância d​o agronegócio, com produção ​natural​, Juninho pretende discutir a implantação do abatedouro com os prefeitos dos municípios da microrregião com quem se reuniu na semana passada para estabelecer uma cooperação regional entre as cidades.

O presidente da Aval, Reginaldo Morikawa, comprometeu-se a oferecer suporte técnico para o projeto. Segundo ele, a região de Rio Claro tem potencial de crescimento no setor de avicultura alternativa e o município está um passo à frente por implantar com sucesso o SIM (Sistema de Inspeção Municipal) e ter conquistado o Sisbi (Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal). “Acreditamos no crescimento do mercado e o frango caipira pode ser uma excelente oportunidade de negócio”, afirmou.

Luiz Ricardo Bianchi, vice-presidente da Aval, observou que​, com a implantação do abatedouro,​ as aves produzidas em Rio Claro e região poderão ser comercializadas em todo o Brasil. Também participaram da reunião o secretário municipal de Agricultura, Emilio Cerri; o diretor do SIM, Felipe Tauk; Amanda da Silva Servidoni, diretora de Inovação e Tecnologia da Secretaria de Governo e Desenvolvimento Econômico; Eduardo Barbosa, assessor da Secretaria de Agricultura; o vereador Seron do Proerd; Luiz Carlos Demattê Filho, secretário executivo da Aval e diretor da Korin; Fabiane Furlan, secretária executiva da Aval; Marcos Ap. Batista, diretor de Fomento da Aval; Takashi Kikuchi e Angela Batista.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.